Flávio Carneiro
Release
Obra
ReleaseTrecho
A CONFISSÃO

Goiânia
Martelo, 2023. 304 p.
(1º edição - Rio de Janeiro: Rocco, 2006)
A CONFISSÃO



“A senhora conhece alguém que não goste de ouvir histórias, conhece alguém que tenha respondido não à pergunta: você quer ouvir uma história? A senhora mesma não vale, claro, sua situação é diferente, não teve opção, foi obrigada, está sendo obrigada a me ouvir, digo em condições normais […], as pessoas precisam disso, ouvir e contar histórias, faz parte, e se a senhora não está gostando da minha só posso dizer que sinto muito, muitíssimo, mas ainda assim continua- rei contando, porque é necessário, absolutamente necessário – para mim pelo menos – continuar contando até o fim”.
Muito (muito mesmo) já se falou sobre A confissão, de Flávio Carneiro, romance publicado pela primeira vez em 2006 e que já teve até agora alguns milhares de exemplares vendidos, bem como uma das melhores recepções críticas e acadêmicas da literatura brasileira, adotado em vestibulares, cursos da educação básica e superior e corpus de dezenas de trabalhos acadêmicos; uma prova do porquê disso tudo pode ser encontrada no excerto que inicia esta nota.

Com ilustrações e capa de Hallina Beltrão e rico posfácio da pesquisadora Fernanda Marra, a novíssima edição de A confissão é a estreia de Flávio Carneiro pela Martelo Casa Editorial. O livro conta ainda com orelhas de Maria José Silveira, e textos de quarta capa de Milton Hatoum, Luiz Ruffato e Beatriz Resende.

O volume 06 da ‘coleção só prosa’, ‘série brasileira’, que traz alguns dos principais nomes da nossa literatura, tem a alegria de revisitar este clássico contemporâneo, agora com nova roupagem em nova casa, mas o mesmo clássico (afinal, “clássico é clássico e vice-versa”). Uma história de tirar o fôlego, considerada por outros grandes autores um dos melhores romances contemporâneos, cujo fio condutor se dá a partir do sequestro de uma mulher por um homem para que ele lhe conte a sua história, permeada de prazer, medo, mistério e tentações.

Para saber mais, somente lendo. É uma prosa só!

Miguel Jubé











Outras Publicações









Voltar